Alto padrão: Vista Guanabara é o novo ícone corporativo do Rio de Janeiro

Localização estratégica, infraestrutura, segurança e mobilidade: para consultoria internacional especializada em imóveis corporativos, edifício reúne todas as características que os principais escritórios de advocacia procuram no Rio de Janeiro

Marco na arquitetura carioca, o projeto do Vista Guanabara foi desenvolvido pelo renomado escritório de arquitetura norte-americano Kohn Pedersen Fox (KPF)

Escritórios de advocacia prezam pela imagem que é exibida ao mercado, que também é formada pelo espaço físico que ocupam. A imagem é um dos grandes ativos do setor, sabe-se. “Hoje, salvo raras exceções, as principais empresas de advocacia no Brasil estão em edifícios triple A”, afirma Adriano Sartori, Vice-Presidente da CBRE no Brasil, consultoria internacional especializada em imóveis corporativos.

Para Sartori, o Vista Guanabara, primeiro Triple A inaugurado na região portuária do Rio de Janeiro, reúne todas as características que os grandes escritórios de advocacia do país procuram.

“Hoje, no Rio de Janeiro, percebemos que as principais bancas do setor já se movimentam em busca de ofertas de alto padrão, com lajes eficientes, controle de acesso e elevadores inteligentes e sistema de ar condicionado central, por exemplo. Tudo isso, envelopado em um projeto arquitetônico moderno, de primeiro mundo, que transmita a força da marca dos escritórios”, explica Sartori.

“Pronto para receber grandes empresas, o melhor exemplo de um empreendimento que reúne estas características é o edifício Vista Guanabara“, destaca o executivo.

 

O novo ícone do Rio de Janeiro

O mais moderno edifício corporativo do Rio de Janeiro, o Vista Guanabara foi o primeiro prédio Triple A localizado na região revitalizada do porto do Rio de Janeiro.

Idealizado pelos fundos de investimentos imobiliários GTIS Partners e Autonomy Investimentos, o projeto do Vista Guanabara foi desenvolvido pelo renomado escritório de arquitetura norte-americano Kohn Pedersen Fox (KPF).

Erguido sobre um terreno de 3.887 m², o prédio conta com 27 pavimentos, 17 deles de escritórios com lajes de 1.700 m² a 1.800 m², oito andares de garagem, bicicletário e vagas para carros elétricos.

Próximo do Museu do Amanhã, do Museu de Arte do Rio e dos principais armazéns do Pier, o Vista Guanabara conta com facilidade de deslocamento e acesso rápido aos principais serviços de transporte: um minuto de caminhada até a Estação Terminal dos Navios, do VLT, e onze minutos de carro até o Aeroporto Santos Dumont.

O Vista Guanabara conta com um projeto arquitetônico moderno, de primeiro mundo, que transmite plenamente a força da marca dos maiores escritórios de advocacia do país

 

O primeiro LEED Gold

O Vista Guanabara ainda foi o primeiro a receber a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) Gold do U.S. Green Building Council – principal reconhecimento internacional entre as certificações de green buildings.

A conquista transformou o imóvel – que já é um marco na arquitetura carioca – em uma referência em edificação sustentável no Brasil.

“A obtenção do LEED Gold de um prédio com padrões internacionais de sustentabilidade é um reconhecimento e o compromisso da GTIS e da Autonomy com a sociedade e seus ocupantes”, afirma Guilherme Costa, executivo da Autonomy.

“O Vista Guanabara foi concebido para oferecer ao mercado de imóveis corporativos do Rio de Janeiro o mais alto padrão de qualidade e infraestrutura”, afirma. “Receber este selo do Green Building Council é motivo de grande orgulho para todos nós”, comemora Costa.

Paulo Millen, executivo da GTIS, conta que o prédio foi projetado para alcançar o melhor desempenho operacional, a máxima eficiência energética e de uso de água, buscando práticas ambientalmente responsáveis e com isso atrair empresas de alto nível. “Além de ser mais eficiente, um edifício certificado minimiza o impacto ambiental em seu entorno”, destaca o executivo.

De acordo com Millen, isso representa, para os ocupantes do Vista Guanabara, menores custos. “Tudo isso faz com que o Vista Guanabara tenha um desempenho superior a seus concorrentes além de maior vida útil da edificação e suas instalações”, explica.

“O Vista Guanabara é, certamente, o principal destino dos grandes escritórios de advocacia no Rio de Janeiro”, conclui Sartori, da CBRE.

Mobilidade: facilidade de deslocamento e acesso rápido aos principais serviços de transporte: um minuto de caminhada até a Estação Terminal dos Navios, do VLT, 11 minutos de carro até o Aeroporto Santos Dumont

 

Assista ao vídeo e saiba mais sobre o Vista Guanabara